hemorroida

Hemorroida: sintoma, diagnóstico e tratamento

As principais características das hemorroidas são a inflamação e a dilatação das veias localizadas no reto ou ao redor do ânus. Elas podem se manifestar de forma interna ou externa. No primeiro caso, situam-se pouco acima do esfíncter e provocam sintomas mais agudos; no segundo, elas se parecem com pelotas de sangue ou varizes que podem ser vistas na borda anal.

Quais são os sintomas de hemorroidas?

Os sintomas mais comuns nos casos de hemorroidas são:

  • borda do ânus inchada;
  • presença de um ou mais nódulos enrijecidos e sensíveis na região anal;
  • dor e incômodo ao evacuar;
  • sangue ao evacuar (geralmente tem uma coloração vermelho vivo);
  • dor na região do ânus, especialmente quando sentado;
  • coceira no ânus.

Entretanto, vale destacar que os sintomas da doença variam de acordo com a região que ela afeta. Por exemplo, se ela for do tipo interna, a pessoa pode acabar nem a sentindo, pois raramente provoca desconforto.

Por outro lado, pode ocorrer de as veias inchadas e inflamadas serem projetadas para fora e, nesse caso, podem ser muito dolorosas.

Diagnóstico 

De uma maneira geral, para fazer o diagnóstico, o médico efetua uma análise da região anal. Ao fazer isso, é verificada a presença de alguma anormalidade no reto e no canal anal do paciente.

Em alguns casos, ele pode solicitar exames adicionais para avaliar se existe sangue nas fezes. A ideia é ter uma visão minuciosa da condição atual do paciente.

Além disso, caso a pessoa tenha alguma doença do trato gastrointestinal, o especialista pode solicitar também uma colonoscopia.

Como é feito o tratamento para hemorroidas?

Apesar de sugerir algo mais complexo, o tratamento para hemorroidas pode seguir em várias frentes, sendo que algumas são relativamente simples. O que vai determinar qual o melhor método será a avaliação médica. Entre os mais usados, temos:

  • tratamento localizado por meio de supositórios e pomadas;
  • realização de cirurgia para retiradas das veias afetadas;
  • punção do coágulo responsável pelo entupimento da veia;
  • ligadura elástica: procedimento no qual se estrangula a veia doente.

Quais cuidados devem ser tomados por quem tem hemorroida?

Quem já sofre com esse problema pode integrar ao dia a dia algumas práticas que, apesar de serem simples, são de grande ajuda até que o problema seja resolvido:

  • evitar o uso de papel higiênico, pois pode contribuir para aumentar a irritação na região e provocar ainda mais a inflamação — lavar o ânus e secar com toalha  de algodão é uma alternativa melhor;
  • beber muito líquido, mas evitar as bebidas alcoólicas;
  • não “segurar” a vontade de evacuar;
  • ter uma dieta saudável rica em fibras e frutas;
  • fazer banhos de assento mornos para ajudar a diminuir o desconforto dos sintomas;
  • não permanecer por muito tempo na mesma posição especialmente se for sentado.

Tratar a hemorroida é mais fácil do que parece, o cuidado que o paciente precisa ter é de sempre buscar ajuda profissional para ser orientado sobre qual o tratamento mais recomendado para seu caso.

No mais, é só procurar mudar um pouco a rotina e retirar tudo aquilo que possa contribuir para o surgimento ou agravamento da hemorroida.

Quer saber mais? Clique no banner!

Clínica de Cirurgia do Aparelho Digestivo e Coloproctologia em São PauloPowered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp